Vamos falar serio muitas pessoas só conhecem o “fofinho” coelho de páscoa e dos tão esperados ovos de chocolate que este coelhinho traz consigo cada Quaresma, mas na realidade nem ideia tem do significado real da festividade, ou porque foi escolhido o coelho como personagem da Quaresma ou como comemoram a Quaresma em outros países… Mas antes de falar de alguns dados históricos vamos falar com a nossa convidada a empresaria e formadora de opinião Angela Pereira quem nos recebeu com os braços abertos na sua loja CacauShow Vila Nova Conceição em São Paulo/SP Brasil.

Impossível não ficar com um olhar de criança um sorriso etéreo quase impossível de tirar do rosto, assim entrar na loja, sentir o cheiro de sedutor do chocolate e ver o sorriso de bem-vindas da Angela e sua equipe sempre atenciosas e prontas para te levar numa viagem fantástica, aonde a personagem principal é o irresistível chocolate, Angela fala com nosso apresentador Rubén Torrego sobre os diferentes produtos que foram lançados especialmente para esta temporada assim como os diferentes tipos de apresentação dos mais variados e saborosos tipos de chocolate, que vai desde o chocolate branco, ao leite até o chocolate 85% cacau, mas a variedade não termina aí, tem ovos de chocolate com sabor Pão de Mel, Bem Casados, Malvavisco, licor, zero açúcar ou light, tem para todos os gostos, personalidades e exigências!

Vamos lá agora falemos um pouco da onde vem esta deliciosa tradição:

A Páscoa, também chamada Pascha (Grega, Latina) ou Domingo da Ressurreição, é uma festa e feriado celebrando a ressurreição de Jesus dentre os mortos, descrita no Novo Testamento como tendo ocorrido no terceiro dia de seu sepultamento após a sua crucificação pelos romanos em Calvário c. 30 AD.

Há muitas tradições que cercam toda a temporada da Quaresma, a Semana Santa e o Domingo de Páscoa. Geralmente observadas tradições em todo o mundo incluem o coelhinho da Páscoa, ovos coloridos, cestas de presentes e flores. Vamos mergulhar em tradições específicas abaixo com mais detalhes, mas aqui estão algumas tradições mais interessantes de todo o mundo:

Na Austrália, os coelhos são considerados pragas que estragam as plantações e a terra. Os australianos celebram a Quaresma com seu marsupial nativo, o Bible, que tem orelhas grandes e um nariz mais pontudo.
Na Polônia, na segunda-feira de Páscoa, os meninos tentam encharcar as pessoas com baldes ou água. Esta tradição está enraizada no batismo do Prince Mieszko na segunda-feira de Páscoa em 996.
Na Europa, há grandes fogueiras chamadas de fogos de Páscoa que são acesas no domingo de Páscoa até a segunda-feira. A origem saxônica é que o fogo afugentará o inverno e a Páscoa trará a primavera.
Qual é a primeira coisa que vem à mente quando você pensa em Páscoa? Como cristão, a primeira imagem pode ser a cruz ou o túmulo vazio. Para o público em geral, uma série de imagens da mídia e mercadorias nas prateleiras das lojas torna mais provável que o coelhinho da Páscoa venha à mente. Então, como um coelho distribuindo ovos se tornou parte da Páscoa?
Existem várias razões para o coelho, ou lebre, estar associado à Páscoa, todos os quais vêm através de celebrações pagãs ou crenças. O mais óbvio é a fertilidade da lebre. Páscoa vem durante a primavera e celebra a nova vida. O significado cristão da nova vida através de Cristo e uma ênfase geral na nova vida são diferentes, mas os dois gradualmente se fundem. Qualquer animal – como a lebre – que produziu muitos filhotes foi fácil de incluir.

A lebre também é um antigo símbolo da lua. A data da Páscoa depende da lua. Isso pode ter ajudado a lebre a ser absorvida pelas celebrações da Páscoa.
A toca da lebre ou coelho ajudou a adoção do animal como parte das celebrações da Páscoa. Os crentes viram o coelho saindo de sua casa subterrânea como símbolo de Jesus saindo do túmulo. Talvez este fosse outro caso de pegar um símbolo pré-existente e dar a ele um significado cristão.
A lebre da Páscoa veio para a América com imigrantes alemães, e o papel da lebre passou para o coelho americano comum. Originalmente, as crianças faziam ninhos para o coelho em chapéus, gorros ou caixas de papel de fantasia, em vez das cestas de hoje. Depois que as crianças terminam seus ninhos, colocam-nas em um local isolado para evitar assustar o coelhinho tímido.
De volta ao sul da Alemanha, os primeiros coelhinhos da Páscoa, doces e doces, tornaram-se populares no início do século XIX. Esse costume também cruzou o Atlântico, e as crianças ainda comem coelhos doces – especialmente os de chocolate – na Páscoa.

Agora que já temos um pouco mais de informação do que significa o coelho da páscoa, os ovos de chocolate o que estamos esperando para ir a nossa loja preferida a CacauShow Vila Nova Conceição e desfrutar toda a variedade dos mais deliciosos chocolates! Temos certeza que ficará sendo a sua loja favorita também!!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here