No mundo inteiro estamos surpreendidos de como as diferenças culturais, sociais e religiosas podem ser uma faca de duas pontas, já estamos no século XXI e ainda sabemos de vários Países que são regidos por ideologias e costumes que como nos tempos da antiga inquisição, caçam homens e mulheres independentemente da sua religião, pelo simples fato de serem ou pensarem diferente daqueles que comandam os governos ou religiões, chegando a cometer genocídio somente pelo simples fato de não seguirem as “regras” já estabelecidas ou pré-estabelecidas, seja por diferentes etnias, conceitos e preconceitos estabelecidos culturalmente ou seja por governos conservadores e ou religiões que não percebem e não querem acompanhar a evolução e a mudança social e cultural, um problema diplomático que têm a ver diretamente com os direitos humanos, sociais e o respeito cultural. O benemérito das Américas Benito Juarez (figura política Mexicana do século XIX) diz e estipula nas leis da constituição Mexicana “O respeito ao direito alheio é a paz” hoje essas palavras parecem fazer um grande estrondo, mesmo dois séculos depois de sua escrita, ainda hoje essas palavras parecem não terem sido entendidas, a realidade é que a mudança está em nós, inicia em casa, na educação das nossas crianças e no exemplo que possamos brindar, com o nosso respeito e nosso comportamento diário, num mundo em que a internet e informação domina globalmente, cabe em nós divulgar as informações certas para não simplesmente ajudar aqueles que mais precisam, portanto vamos tentar cultivar uma mensagem de amor, respeito, moral e que a ética impere na mente e no coração da humanidade cada dia tão menos humana, e distante destes conceito.
Torrego & Ale mantem para o segmento ESTONAHORA um bate-papo tão intenso que chega a ser emocionante, onde podemos ver e vivenciar a cada programa a vontade de ambos em transmitir uma mensagem que seja o eco da nossa voz além das fronteiras.

Deixe uma resposta