Torrego & Diana Dahre falam sobre um dos temas mais polêmicos e relativamente “novos” no mundo inteiro, a ciência da felicidade! Pois é, você tinha conhecimento de que era uma ciência, e que todos nós estamos precisando ser felizes, esperamos que esta matéria traga para a sua vida muitas vantagens e conhecimento para seu dia a dia.

Alguns hábitos das pessoas felizes

Relacionamentos:

Pessoas que têm uma ou mais amizades próximas são mais felizes. Não parece importar se temos uma grande rede de relacionamentos próximos ou não. O que parece fazer a diferença é se e com que frequência cooperamos em atividades e compartilhamos nossos sentimentos pessoais com um amigo ou parente. A “resposta ativa-construtiva”, que é a capacidade de expressar interesse genuíno no que as pessoas dizem e respondem de maneira encorajadora, é uma maneira poderosa de enriquecer relacionamentos e cultivar emoções positivas.

Atos de bondade:

Cultive bondade, as pessoas que se voluntariam ou simplesmente cuidam dos outros de forma consistente parecem ser mais felizes e menos deprimidas. Embora “cuidar” possa envolver o voluntariado como parte de um grupo ou clube organizado, pode ser tão simples quanto chegar a um colega ou colega de classe que parece solitário ou está lutando com um problema.

Exercício e bem-estar físico:

Continue se movendo e coma bem. O exercício regular tem sido associado à melhoria do bem-estar mental e a uma menor incidência de depressão. Uma das principais conclusões foi que o exercício teve um “grande impacto clínico” na depressão. Muitos estudos estão provando o antigo ditado, “corpo saudável, mente sã”.

Fluxo

Encontre o seu fluxo, se estamos profundamente envolvidos na tentativa de alcançar uma meta, ou em uma atividade desafiadora, mas adequada às nossas habilidades, vivenciamos um estado de alegria chamado “fluxo”. Muitos tipos de atividades, como esportes, tocar um instrumento ou ensinar, podem produzir a experiência do fluxo.

Engajamento Espiritual e Significado

Espiritualidade e oração também proporcionam às pessoas a oportunidade de se envolver em um ato meditativo. Está demostrado que a meditação tem uma forte ligação com o bem-estar porque acalma o corpo, reduz o estresse e a ansiedade, além de apoiar o pensamento positivo. O cultivo de “momentos sagrados” na vida cotidiana, seja através da escrita de um diário ou de exercícios espirituais diários, tem sido associado a níveis reduzidos de estresse e a um aumento no bem-estar psicológico.

Pontos fortes e virtudes

Descubra e use seus pontos fortes, pessoas mais felizes são aquelas que descobriram suas forças únicas (como persistência e pensamento crítico) e virtudes (como a humanidade) e usam essas forças e virtudes para um propósito que é maior do que seus próprios objetivos pessoais (felicidade autêntica: usando a nova psicologia positiva para realizar seu potencial de cumprimento duradouro).

Mentalidade Positiva: Otimismo, Atenção Plena e Gratidão

Valorize a gratidão, a atenção e a esperança, de todas as áreas estudadas no relativamente jovem campo da psicologia positiva, a gratidão talvez tenha recebido mais atenção. Pessoas agradecidas demonstraram ter mais emoção positiva, maior senso de pertencimento e menor incidência de depressão e estresse.
O otimismo é uma característica que deve se tornar mais comum, a julgar pela famosa citação de Winston Churchill de que “um pessimista vê a dificuldade em todas as oportunidades; um otimista vê a oportunidade em cada dificuldade”. O otimismo provou melhorar o sistema imunológico, prevenir doenças crônicas e ajudar as pessoas a lidar com notícias infelizes. A gratidão está associada ao otimismo e foi determinado que pessoas agradecidas são mais felizes, recebem mais apoio social, são menos estressadas e menos deprimidas.

Deixe uma resposta