Definitivamente Rita Maluf é mais do que uma personalidade, astróloga, ser humano ou profissional, ela é uma mulher que sem dúvida alguma tem lutado a ferro e fogo por aquilo que hoje encara e têm, acredito que por isso ela é hoje esse ser iluminado, tranquilo e cheio de alegria e amor, uma luz única que só se consegue quando abrimos os nossos chacras, espirito, alma e mente ao Universo e nos preparamos para respirar antes mesmo de pensar, depois de isso já as coisas começam a fluir sozinhas… bom sozinho, nada funciona, porém sabemos que dá para entender o comentário, Rita é aquela prece que um dia se faz e se pede ao nosso Deus ao nosso Universo que nos ajude a encontrar a saída, que nos fale claro que de sinais já estamos cheios, são tantas que precisamos as coisas claras… bom para isso posso te dar uma dica, fala com a Rita Maluf uma das astrólogas mais sensíveis que tenho conhecido mais suspicazes e acertadas, acredito mesmo que por que não da leitura a um mapa, ela vê com a alma o caminho maestro de cada um de nós, entende-lo ou não já é trabalho pessoal de cada um.

Como a astrologia pode mudar sua vida?

Se tornar astróloga foi fácil? Perguntamos isso para a Rita, ao que ela respondeu simples assim, eu nunca pensei em ser astróloga, pediram para mim ler o mapa com muita fé e acreditando mesmo que eu tinha o conhecimento para faze-lo e foi assim que comecei eu fiz as leituras do mapa e de ai o estudo constante e as minhas leituras assertivas foram abrindo os caminhos para ir ascendendo em este cenário um tanto quanto concorrido porém cada mapa tem o seu caminho e cada astrólogo têm o seu.

Sempre o ser humano tem cobiçado o conhecimento, e nada mais que o de seu destino. Assim, ele trabalhou para dominar a habilidade de prever – mas os esforços iniciais deram poucos frutos. Isto é, até que ele olhou para as estrelas acima, que predisseram as próximas estações, e aprendeu a ler os céus.

Embora esse presente seja hoje conhecido como astrologia, os seres humanos têm medido as estrelas e os planetas desde o início da civilização. Mas a astrologia evoluiu ao longo de eras.

O que é astrologia?

Astrologia é o estudo dos planetas, asteróides e outros corpos e pontos sobre nós. Eles podem afetar nossas personalidades, nossas famílias, nossos relacionamentos, nossas vidas profissionais, nossa saúde, nosso carma, nossas esperanças e sonhos, nossos medos e quedas, nossas oportunidades e lutas, nosso passado, presente e futuro. Basicamente, tudo!

Toda a astrologia se divide entre uma de duas categorias, astrologia natal ou astrologia preditiva. A astrologia pode parecer algo abstrato quando você não está familiarizado com ela e pode não entender como isso pode ajudá-lo.

Aqui está uma linha do tempo aproximada dessa prática antiga, que existe há quase tanto tempo quanto a humanidade.

30.000-10.000 a.C.

As raízes da astrologia começam com a civilização mais antiga. Os mapas das estrelas existiam muito antes dos mapas da Terra. Arqueólogos encontraram pinturas rupestres, presas gigantescas e ossos marcados com fases lunares. Há muito que o homem lida com a incerteza e as mudanças provocadas pelos ciclos da natureza ao rastrear as estrelas – os sete planetas visíveis foram nosso primeiro GPS.

6.000 a.C.

Os sumérios na Mesopotâmia observam os movimentos dos planetas e estrelas.

2.400-331 a.C.

Os babilônios (também conhecidos como caldeus) continuam o que os sumérios começaram inventando o primeiro sistema astrológico ao longo de milhares de anos. Eles criaram a roda do zodíaco que usamos hoje (com planetas e casas) por volta de 700 a.C. Acredita-se que a mais antiga tabela horóscopo conhecida data de 409 a.C.

331 a.C. – século 5 d.C.

Alexandre, o Grande, conquista Babilônia / Caldéia e os gregos eventualmente começam a fazer avanços na astrologia, juntamente com os desenvolvimentos em medicina, geometria, matemática e filosofia. Os nomes modernos de planetas e signos do zodíaco vêm da literatura grega. Em 140 d.C., Ptolomeu publica Tetrabiblos, uma das obras de astrologia mais reverenciadas já escritas. Tetrabiblos contém técnicas básicas de astrologia usadas até hoje, incluindo planetas, signos do zodíaco, casas e aspectos (ou ângulos).

5o século d.C.

O Império Romano cai. A astrologia ocidental desaparece por 500 anos e os árabes continuam estudando e desenvolvendo a astrologia grega.

Meia idade

A astrologia floresce e é uma parte intrínseca da cultura, praticada por médicos, astrônomos e matemáticos. Os avanços na matemática ajudam os astrólogos a desenvolver gráficos mais precisos e sofisticados do que nunca. Muitas universidades européias estimadas na época, incluindo Cambridge (1225-50), tinham cadeiras de astrologia e a realeza tinha astrólogos da corte. Muitos papas eram pró-astrologia. O professor de monge e matemática Placidus (1603-68) criou o sistema de divisão de casas usado pelos astrólogos hoje. Quando Copérnico avançou a teoria de que a Terra viaja ao redor do Sol, ele dedicou seu trabalho principal ao astrólogo Papa Paulo III. A crença na astrologia começou a declinar quando a igreja ganhou poder, e foi vista como heresia e superstição durante a Inquisição. O próprio Galileu foi considerado culpado de heresia e teve que renunciar a suas crenças astrológicas para salvar sua vida!

Século XVII-XVIII: “A Era da Razão”

O movimento de reforma protestante, iniciado em meados dos anos 1500, favoreceu o declínio da astrologia. Mais tarde, o racionalismo se tornou o consenso popular durante a Era do Iluminismo (1650-1780) nos cafés e salões da Europa Ocidental, enfatizando a razão, a análise e o individualismo – uma reação ao excesso de superstição, autoridade e controle de instituições como a Igreja Católica. O ceticismo e a ciência eram vistos como uma maneira de reformar a sociedade e trazer de volta a temperança e o equilíbrio. A astrologia era vista como mero entretenimento e não como uma ciência válida, e a maioria dos astrólogos trabalhava sob pseudônimos.

século 19

O interesse renovado em espiritualidade e misticismo na Inglaterra revigora a astrologia novamente na Europa. O psicólogo Carl Jung (1875-1961) é pioneiro no uso da astrologia na análise, e outros desenvolvimentos no campo são feitos.

Século XXI-XXI

Na década de 1920, jornais e revistas começaram a publicar os horóscopos baseados em signos solares que ainda lemos hoje. Como eles fornecem apenas 12 previsões para a população do mundo inteiro, são vistos mais como entretenimento. No final do século, os computadores tornam mais fácil e rápido a criação de gráficos, substituindo a necessidade de fazer gráficos trabalhosos à mão (embora alguns astrólogos ainda prefiram fazê-los dessa maneira).

Como a astrologia natal pode mudar sua vida

A astrologia natal é baseada no mapa natal, que é um instantâneo da localização no zodíaco dos planetas, casas e outros corpos no momento exato do seu nascimento, a partir do local em que você nasceu. Seu mapa natal é a chave para quem você é. Ele mostra o que você precisa nos relacionamentos, como você reage emocionalmente a situações em que você se sente mais restrito na vida, seus pontos fortes e fracos e muito mais. Você pode usar seu mapa natal para entender melhor a si mesmo, e os mapas natal de outras pessoas para entender melhor as pessoas em sua vida.

Usando seu mapa natal, você pode determinar quais muletas você precisa deixar de lado (Nó do Sul), que lições você precisa aprender (Saturno), onde está o seu poder (Plutão), o que você deve trabalhar para se tornar (Nó do Norte), como se conectar com os outros (Vênus), qual é o seu objetivo final (Meio do céu) – apenas para citar algumas das maneiras poderosas e profundas de como você pode usar seu mapa natal. Você pode entender melhor a si mesmo e saber o que precisa fazer para alcançar sua própria felicidade. Seu mapa natal é um plano para sua vida.

Como a astrologia preditiva pode mudar sua vida

A astrologia preditiva enfoca os planetas de trânsito (em movimento) e como eles afetam seu mapa natal, bem como outros gráficos usados ​​na previsão (como gráficos avançados e gráficos de retorno). A astrologia preditiva beneficia você, ajudando a ver quando você tem períodos de energia positiva para aproveitar ao máximo as oportunidades e mostrando quando você tem períodos desafiadores ou perturbadores para que você possa se preparar adequadamente e diminuir as dificuldades. O principal benefício é que a astrologia preditiva ajuda você a ter um melhor timing na vida. Algo que todos nós poderíamos usar!

Usando astrologia preditiva, você pode ver quando você tem uma boa energia para encontrar um novo parceiro romântico, iniciar um novo negócio, ir para a faculdade, conseguir um empréstimo, tirar férias, fazer uma cirurgia – praticamente tudo o que pode ocorrer em sua vida . Ao mesmo tempo, você também pode ver quando terá energia desafiadora e poderá evitar esses momentos e tentar usar os períodos de boa energia, ou trabalhar para mitigar a energia desafiadora, concentrando-se nas melhores maneiras de use os planetas e pontos envolvidos. Nenhum aspecto difícil ocorre sem fornecer uma maneira de trabalhar com ele, mesmo que as opções não sejam excelentes. Mas é a ideia de que quando você luta contra a corrente, você pode se afogar. A astrologia preditiva pode ser usada para mantê-lo à tona. Ter um timing melhor ajuda em tudo, portanto, mesmo se você não for abençoado com isso naturalmente, poderá encontrá-lo com astrologia preditiva.

“Astrologia é o estudo de ciclos. Ao observar os movimentos cíclicos dos planetas, somos capazes de obter uma maior compreensão dos ciclos e padrões em nossas próprias vidas. A astrologia pode ser uma ferramenta poderosa para cura e transformação, e pode ser uma chave que pode desbloquear uma conexão espiritual maior com o universo. Embora a astrologia não seja uma previsão do futuro, quando aplicada com habilidade, a astrologia pode ser uma ferramenta preditiva extremamente eficaz. No nível pessoal, a astrologia … pode nos dar uma visão de nossos problemas pessoais, nossos padrões, nossos medos e nossos sonhos … A astrologia é uma ferramenta que pode nos ajudar a entender e desbloquear nossos maiores potenciais, e que pode nos ensinar como viver em harmonia com o universo “.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here