Quanto mais toca-se o tema mais complicado chega a ficar… a realidade é que a cirurgia plástica chega ser viciante e assim como o ditado diz:
“Trair e coçar é só começar”
Pois é para falar verdade fazer uma cirurgia plástica por estética esta sendo cada dia uma tendência na conquista da beleza aparente, tudo aquilo que se vê pero não se sente… pois é esse é outro tema a discutir porém deixaremos para depois, por agora a dupla mais querida da ESTOTV Ale & Torrego chegam com um tema novamente inquietante e intoxicante para o segmento ESTONAHORA.
Será que estou na hora de uma cirurgia?
Será que isso vai mudar alguma coisa sobre a minha pessoa?
Será que vai me trazer a felicidade?
Será que ficarei satisfeito desta vez?
Será e será e será… às cirurgias plásticas cada dia estão conseguindo chegar na perfeição e com isso ganhando mais terreno no mundo inteiro, quem não desejou em algum momento da sua vida se fazer alguma cirurgia plástica para corrigir algum de aqueles pontos que não gostamos de nós ou que sempre tivemos vontade de ter e por qualidades genéticas muitas vezes não temos, em fim a cirurgia já é um recurso tão banalizado que esta perdendo o sentido, estamos procurando nas mudanças externas o que precisamos primeiramente mudar de forma interna, o exterior nunca vai ficar perfeito ao nosso olhar…
Sempre queremos mais sempre só um pouquinho, quando a realidade é que após a cirurgia muitos não só ficam espantados com os resultados ficam abstraídos e perdidos, podem até cair em quadros depressivos que não tem volta, muitas vezes procuramos em uma segunda cirurgia corrigir os resultados da primeira, e assim chegamos na terceira e na quarta e numa contagem que não tem fim.
As cirurgias são boas realmente podem trazer a nossa vida resultados muito importantes e elevar a nossa auto estima, porém temos que estarmos preparados entender que toda mudança invasiva no nosso corpo mudará definitivamente o nosso visual e auto conhecimento de por vida, alguns estamos preparados para isso e mais, alguns não é aí que novamente a psicologia joga um papel muito importante, tomemos consciência de aquilo que somos, queremos e podemos fazer, sermos responsáveis pelas nossas próprias decisões nós faz crescer e sermos mais fortes, porém ter todas as possibilidades abertas porque qualquer erro cirúrgico poderia ser irreversível e irreparável, porém só nós somos responsáveis pelo nosso corpo e decisões.

ESTONAHORA… O toque que cura.

Deixe uma resposta