Fácil dizer coma isto ou aquilo, isto faz bem ou isto faz mal… A verdade é que sapateiro a seus sapatos, cada um têm um conhecimento é precisamente para isso que existem os nutrólogos e os nutricionistas.

Você sabe a diferencia entre eles?
Parecidos sim, mas, não iguais.
Quando falamos em alimentação saudável, muitas vezes confundimos, ou, até mesmo, generalizamos os trabalhos destes profissionais. Apesar de ambos serem voltados à saúde, e se complementarem em um processo alimentar, cada profissão possui singularidades que precisam ser entendidas para sabermos em quais situações devemos procurar um ou outro.

Estas informações e muito mais a nossa convidada a fundadora e idealizadora do Instituto de Nutrição Profa. Dra. Roberta Cassani fundado em outubro de 2010 que conta com um Espaço Gourmet que é referência no desenvolvimento de estratégias para aumentar o consumo de alimentos saudáveis.

Durante a Entrevista realizada pelo Torrego a Dra. Roberta nós explica a diferencia esclarecendo todas as dúvidas:

Em realidade nutrólogos e nutricionistas trabalham em conjunto, se complementam, para melhorar a nossa saúde através da alimentação ou ajudando-nos evitando transtornos alimentares, por exemplo:
O Nutrólogo é o médico monitora a doença, o Nutricionista monitora a adaptação do paciente à nova condição alimentar.

Qual é o trabalho do nutrólogo?
O médico nutrólogo é um profissional formado em medicina com especialização em nutrição, sendo responsável pelo diagnóstico de doenças e com a propriedade de prescrever remédios segundo o tratamento.
A atividade de um nutricionista provavelmente é a mais conhecida entre as duas. Por definição, nutricionista é a pessoa que graduou-se em Nutrição, um curso de nível superior.
Em geral, esta pessoa estuda os alimentos e o corpo humano, seu processo digestivo, o metabolismo e tudo o que há a respeito a nutrição, especificamente. Por isso, este profissional é capaz de identificar desequilíbrios alimentares, e sugerir dietas adequadas para cada pessoa.
É, também, um profissional competente para desenvolver dietas específicas para necessidades especiais. Elas podem objetivar desempenho esportivo, mudanças corporais ou emagrecimento, por exemplo.
Uma boa alimentação significa o consumo de uma variedade de alimentos que fornecem ao seu corpo os nutrientes necessários para ajudar a combater doenças.
Nutrientes
• Proteínas
As proteínas ajudam a manter o sistema imunológico saudável. A ausência de proteínas pode reduzir a resistência do corpo às infecções.
Peixes, aves, carne vermelha magra, ovos, produtos lácteos magros, nozes e manteigas vegetais, feijões secos, ervilhas, lentilhas e alimentos de soja são exemplos de fontes de proteínas.
• Gorduras
As gorduras também desempenham um papel importante na alimentação. Gorduras e óleos são feitos de ácidos graxos, uma fonte rica de energia para o corpo. A gordura ajuda a manter a temperatura corporal, além de servir como depósito para as calorias extras do corpo e ajudar na absorção e transporte de determinadas vitaminas através da corrente sanguínea.
Você já deve ter ouvido que algumas gorduras são melhores para seu organismo do que outras. Considerando os efeitos das gorduras no coração e no nível do colesterol, prefira gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas às gorduras saturadas ou trans.
1. Gorduras Monoinsaturadas – São encontradas principalmente em óleos vegetais, como de oliva, canola e amendoim.
2. Gorduras Poliinsaturadas – São encontradas principalmente em frutos do mar e em óleos vegetais, como cártamo, girassol, linhaça e milho.
3. Gorduras Saturadas – São encontradas principalmente em fontes animais, como carnes e aves, leite, queijo e manteiga. Alguns óleos vegetais, como côco e palma também tem gorduras saturadas. Este tipo de gordura pode aumentar o colesterol e risco de doença cardíaca.
4. Ácidos Graxos Trans – São formados quando os óleos vegetais são transformados em gordura vegetal (margarina). As principais fontes de gorduras trans são os salgadinhos e pães feitos com gordura vegetal.

• Carboidratos
Os carboidratos são a principal fonte de energia do organismo, sendo responsáveis por fornecer ao corpo o combustível necessário para as atividades físicas e bom funcionamento dos órgãos. As melhores fontes de carboidratos, como as frutas, verduras e grãos integrais, também fornecem vitaminas e minerais necessários, além de fibras e fitonutrientes para as células do corpo.
• Água
Todas as células do corpo necessitam de água para funcionar. Se você não ingerir líquidos em quantidade suficiente, ou se perder mais líquido do que ingeriu, seu corpo pode ficar desidratado. Algumas das principais causas da desidratação são: febre, excesso de exercício físico, vômitos e diarreias. Uma pessoa deve beber cerca de oito 8 copos de água por dia, para garantir que todas as células do corpo tenham a quantidade necessária de água.
• Vitaminas e Minerais
O corpo necessita de pequenas quantidades de vitaminas e minerais para seu bom funcionamento. Essas vitaminas e minerais ajudam a metabolizar a energia (caloria) dos alimentos. A maioria dessas vitaminas e minerais é encontrada naturalmente nos alimentos, mas, também podem ser encontrados como suplementos.
Uma pessoa que segue uma dieta equilibrada, com calorias e proteínas, normalmente obtém a quantidade suficiente de vitaminas e minerais que o corpo precisa
Fitonutrientes
Fitonutrientes ou fitoquímicos são compostos naturais bioativos encontrados em produtos vegetais, como frutas, legumes e chás. Os três tipos de fitonutrientes mais conhecidos são: isoflavonas encontrado na soja principalmente; carotenoides encontrados em vegetais de coloração amarelada e flavonoides encontrados em uvas, ameixas e chá.

Deixe uma resposta