Arilton Freitas nos fala sobre as diferenças entre Faculdade, Universidade o Centro Universitario, embora os termos sejam muitas vezes usados como sinônimos, existe diferença entre faculdade e universidade. Mais do que isso, o Ministério da Educação (MEC) classifica as Instituições de Ensino Superior (IESs) em três tipos de organizações acadêmicas: Faculdades, Centros Universitários e Universidades.

Isso deve afetar sua escolha? Depende. Se você pretende seguir carreira acadêmica, pode valer a pena investir em uma Universidade, porque essas instituições tradicionalmente têm maior vocação para a pesquisa. Mas se sua intenção for o mercado de trabalho, a classificação da organização não deve ser o fator decisivo.

Mas afinal, qual a diferença entre faculdade e universidade? E centros universitários? Para entender melhor as diferenças, primeiramente vale saber que qualquer Instituição de Ensino Superior é sempre, necessariamente, antes de tudo, uma Faculdade. Isso porque as Universidades e os Centros Universitários são complexos formados por Faculdades.

As universidades precisam desenvolver no mínimo quatro programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) para manter essa denominação. Pelo menos um deles deve ser de doutorado. Além disso, podem criar vários programas de pós-graduação lato sensu concomitantemente aos do mestrado e doutorado.

A faculdade não necessita desenvolver programa de pós-graduação, mas se optar por oferecê-lo será de especializações lato sensu.

A universidade e a faculdade são tipos de instituições de ensino superior. A principal diferença entre elas é: enquanto as faculdades são focadas em determinada área de ensino, como saúde ou exatas, as universidades são mais completas. Estas devem concentrar três eixos acadêmicos: ensino, pesquisa e extensão.

Deixe uma resposta